MITOS DO CAOS E DA ORDEM - RUMO A UMA ECONOMIA DA ATENÇÃO

PÚRPURA CINCO

É possível que a mais antiga história do mundo seja a que conta a luta do homem contra o caos. Este combate ancestral parece fornecer o código básico para muitos dos mitos e contos da nossa espécie.


Todas as narrativas míticas e folclóricas confirmam que é nesse espaço de tensão ardente - a luta entre o Herói e o Caos - que o carácter humano é formado e revelado.


No Púrpura 05, André Louro de Almeida retorna a análise dos pontos cegos nas nossas Visões Alternativas do Mundo:

  • Atomização post-moderna

  • Glorificação da generalização e rejeição do especialista

  • Conhecimento Esotérico visto como superior a Ciência

  • Recusa em lidar com o Mal e com a complexidade da Natureza

  • Criamos a nossa própria realidade: recusa a incluir o espaço e o tempo


Como lição maior da mitologia - de Gilgamesh a Abraão, de Marduk a São Jorge e o Dragão, aprendemos que um dos símbolos principais da defesa do Lugar dos Homens é o Olho no Centro, ou seja a atenção focada que gera consciência.


Neste encontro será exposta uma defesa da Atenção - de onde deriva a economia da Atenção e o valor da Atenção Dedicada. André falará sobre os pontos em falta nos nossos modelos do mundo, sublinhado a Importância de novos hábitos da consciência:

  1. Cultura de Reverência

  2. Cultura de Energia e Forças

  3. Cultura da Psique

  4. Cultura de Abertura

  5. Cultura de Humanidade e Ordem

  6. Cultura de Perdão, Compaixão e Diálogo

  7. Cultura de Sobriedade Ecológica


Conduzindo a uma Cultura da Atenção - base do Equilíbrio entre conhecido e Desconhecido, entre Caos e Ordem, entre Razao e Mistério.

triptico.jpg
rodape-andre-louro-de-almeida.png

UM SITE ANDRÉ LOURO DE ALMEIDA, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS