top of page

A Mútua Compreensão

1

As políticas do futuro serão políticas ancoradas no plano da Alma e do seu poderoso magnetismo para as melhores soluções. Na realidade além da mente analítica pulsa um íman que atrai o pensamento silencioso na direção de Princípios Poderosos.


2

Estes princípios são comuns a todos os seres humanos, vivem além das culturas e das religiões sedimentadas no tempo e no espaço. É nesse veículo superior - magnético para o intelecto - potenciado por princípios comuns, que se encontra a semente cujo fruto será a paz das Nações.


3

Somos contra a fusão das Nações. Mas preparamos sem hesitar o caminho da Síntese Planetária, a integração das Nações num amplexo de concórdia e num diálogo orgânico fixado num futuro universalmente desejado.


4

Um governo global é possível - na verdade é inevitável - não um governo por fusão, liquefazendo as identidades e qualidades singulares das psiques nacionais - onde forças dos mundos superiores circulam, ainda por realizar - mas um governo global gerado por Mútua Compreensão.


5

A Mútua Compreensão não é uma amplificação da mente pela mente nem um edulcorante para corações ingénuos. É um círculo de olhos acutilantes em torno do Coração do Mundo.


6

Este governo planetário não é um projecto quantitativo que dilui as soberanias nacionais como um bazar onde o Eu é trocado por mero conforto; nem é uma colagem de antigos inimigos obrigados a se entender em nome de um Deus Abstrato.


7

A Mútua Compreensao é o poder da Alma Universal, cuja luz satura todas as almas individuais, criando interfaces lúcidos entre forças colectivas e enunciando espaços de cooperação com palavras quentes e articulando poderes distintos para uma verdadeira sinergia internacional.


8

A Mútua Compreensão neutralizará o ácido do sarcasmo, derreterá o isolante do cinismo e será o antídoto para os venenos da desconfiança entre nações.


9

Condenando a fusão das Nações anunciamos a sua Síntese Ígnea em torno do Coração do Mundo. Aprendei a distinguir ambas as qualidades pois essa capacidade abre a via ampla para o Signo do Futuro.


10

A Mútua Compreensão não elimina as soberanias nacionais mas denuncia o egoísmo da inércia de um povo ou de um governante e evidencia os padrões arcaicos que se querem fazer passar por arquétipos de uma lei espiritual.


11

A Mútua Compreensão será a nota de uma Camelot das Nações reunidas em torno de um objecto singular, transcendente e incompreensível, um Bem Maior, uma vasta história comum, simbolizado por um Graal, um Coração em Chamas, uma declaração de princípios ou o simples enunciar do mais básico bom senso social.


12

Na verdade a leitura e descrição do centro comum, os aparelhos semânticos ou simbólicos, as linguagens marcadas por ateísmos sensíveis ou por alguma forma de fé serão um problema de cada Nação e de cada indivíduo e não serão impostos na Mesa da Boa Vontade.


13

Mas a presença da vontade de servir Algo Maior e transcendente liberta um sinal próprio e inequívoco em cada líder e será esse sinal o código de integração à assembleia das decisões globais.


14

O futuro líder é magnético. A vontade para o Bem vem da Alma e não se emaranha em sofisticações conceptuais. Está presente ou ausente, não é uma posição teórica. Os democratas sinceros precisam de saber usar filtros e detectar este sinal magnético.


15

A Mútua Compreensão introduz formas profundas de empatia na arena política mundial. Sem esta radiação superior o processo político mundial está preso num ciclo repetitivo entre tiranias inflamadas e democracias frias.


16

Falta este elemento na fórmula do poder entre as Nações e só uma invocação - consciente ou inconsciente - ao Grande Centro de Poder Planetário poderá catalisar esta específica Força para a Unidade acima das Nações - que exige na mente divina desde que o planeta começou o seu lento arrefecimento, meus irmãos - mediada pelo Amor-Sábio que é a natureza superior do homem e que é o futuro do mundo.


17

A Mútua Compreensão rejeitará qualquer garra de ferro que obrigue as Nações a se renderem a um poder anti-vida colectivízante. Podeis contar com a Nossa Voz e nosso Raio contra tiranias com pele de cordeiro, onde existirem.


18

Mas a Mútua Compreensão também não alimenta as bolsas de águas estagnadas onde pululam tantos dos vossos políticos da “tradição moral”, em relação à qual são geralmente - e secretamente - hipócritas e com a qual mantém uma relação de utilidade, numa farsa que visa colectar o voto dos que tem medo do futuro e da evolução dos costumes.


19

A Mútua Compreensão é a aplicação na vida da ciência do Eu Superior, uma ciência que produz resultados exactos segundo leis exactas.


20

A Mútua Compreensão mostrará como seres abertos à sua própria “esfera de luz interna” tem acesso à genealogia dos comportamentos, dos limites ancestrais biológicos, dos limites ancestrais económicos, das séries de efeitos na cadeia do medo que geram hoje a tendência para ver “inimigos” em cada história diferente. Esse telescópio restrospectivo na direcção das causas gera compaixão e uma integração inteligente do passado no futuro.


21

E isso é mais que um pensamento magnânimo; são dotações exactas que a intuição profunda doa à mente política, à mente do curador social, à mente dos legisladores.


22

Usai as nossas palavras em todos os lugares onde é necessário eliminar o ruído e estabelecer planícies de entendimento, onde o espaço para criar o futuro precisa de ser purificado para que os Nossos Envios, como flechas de fogo, atinjam os corações humanos.


Shintamani #4

_____

Transmissões da Montanha Branca

26-9-2022

46 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Algumas considerações sobre o poder do Discípulo

És chamado a dar, à massa de energia que sobrevoa a tua consciência, uma forma terrestre. O “objecto” final tem ponto de emergência, um volume, um som, uma cor. Apesar de não poderes antecipar o resul

Um Sinal da Montanha Branca

No lugar do compromisso com o fundamental observamos a escravidão ao secundário. Mas um ideário político não poderá forçar as pessoas a superar o apego ao que é pequeno e indigno nem o apego ao que

O Centro Flamejante

1 As quatro qualidades do centro flamejante entre os pulmões são: A Esperança, O Amor, A Coragem A Paz. 2 O Coração irradia incondicionalmente a visão da Esperança, o chama do Amor, a turbina da C

1件のコメント


Emília Pessoa
Emília Pessoa
2022年10月02日

Anseio por este acontecimento, mesmo que já não esteja manifestada fisicamente. E desejo profundamente que na próxima estadia, eu possa viver nesta realidade . Assim seja!!!

いいね!
bottom of page