top of page

Um Sinal da Montanha Branca

No lugar do compromisso com o fundamental observamos a escravidão ao secundário. Mas um ideário político não poderá forçar as pessoas a superar o apego ao que é pequeno e indigno nem o apego ao que lhes é biograficamente querido ou que lhes parece estilisticamente relevante.


Os excessos da propriedade privada desaparecem quando o Coração está pronto. Uma universalização artificial - imposta por uma ideologia - seria como nozes verdes: amargas porque colhidas precocemente e perigosamente tóxicas. Por outro lado, as referências ao minimal na cultura não regeneram o corpo astral e muito poucos vêem o dragão criado pela obsessão pelo lixo. Só uma vastidão sentida - e corporificada em actos - pode abrir as portas da prisão invisível.


Mas deixamos aqui um sinal da Montanha Branca: o Futuro será justo e as acumulações sem Alma terminarão com o raiar da Aurora.


_____

M.

18 Maio 2023

42 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Algumas considerações sobre o poder do Discípulo

És chamado a dar, à massa de energia que sobrevoa a tua consciência, uma forma terrestre. O “objecto” final tem ponto de emergência, um volume, um som, uma cor. Apesar de não poderes antecipar o resul

O Centro Flamejante

1 As quatro qualidades do centro flamejante entre os pulmões são: A Esperança, O Amor, A Coragem A Paz. 2 O Coração irradia incondicionalmente a visão da Esperança, o chama do Amor, a turbina da C

Os Homens e as Asas

apontamentos (nem Católico, nem Gnóstico) 1 A Gnose permite caminhar até meio da Ponte. Sem um impulso gnóstico, inexplicável por nenhum processo de acumulação cultural e sem um ciclo de identificação

bottom of page